Venda de carros novos cresce 13% em janeiro no RN; estado tem mais de 1,2 milhão de veículos

A venda de carros novos no Rio Grande do Norte cresceu 13,3% em janeiro, em relação ao mesmo período do ano passado. Foram emplacados 2.019 automóveis no primeiro mês do ano, além de 1.536 motocicletas. Entre todos os tipos, foram 3.742 veículos. O setor está animado e espera seguir uma tendência de boas vendas ao longo de 2018.

Segundo o Detran, o estado tem 1,23 milhão de veículos, dos mais diversos tipos, em circulação. Somente na capital, são 395,2 mil.

Para o presidente do Sindicato dos Concessionários e Distribuidores de Veículos (Sincodiv), o empresário Arnon César, vários fatores favorecem a retomada do setor, que teve uma queda considerável em 2016, em todo o país. Entre as principais, estão a retomada da confiança dos consumidores e a redução da taxa de demprego.

"A economia começa a caminhar, isso gera confiança. Com confiança, as pessoas compram, assumem compromissos. Elas ficam mais propensas a consumir", considerou.

O empresário ressalta que o crescimento nacional, em 2017, foi de 9,4%, quando se esperava algo em torno de 4%. "Foi uma surpresa para todo o mercado e a previsão é que a gente permaneça nesse patamar. O estado acompanha, de certa forma, esse movimento nacional", pontua.

Para Arnon César, o momento é de recuperação do mercado. Em 2016, ele comenta, o setor retroagiu cerca de 10 anos, em número de vendas. Nacionalmente, as vendas caíram de 3,6 milhões para 1,9 milhões de veículos.

"A base ficou muito baixa e agora está nessa fase de recuperação", pondera.

Embora tenham registrado crescimento em janeiro, as concessionárias venderam menos que em dezembro do ano passado. Para o empresário, isso é resultado de uma sazionalidade. Isso porque o final do ano é mais vantajoso para os clientes, em alguns aspectos. É quando as pessoas recebem décimo terceiro e pagam IPVA mais barato na hora de emplacamento.

"Ele só vai pagar um duodécimo de IPVA no emplacamento. Muitas empresas fazem promoção e pagam esse IPVA para consumidor", ressalta.

No estado, existem atualmente 56 concessionárias. As estimativas são de que o setor empregue diretamente cerca de três mil pessoas.


*G1RN

0 comentários:

Postar um comentário