Senado: Capitão Styvenson faz seleção para montar gabinete em Natal e exige exame toxicológico dos candidatos

Quem tiver intenção de trabalhar com o Capitão Styvenson, depois que ele assumir a vaga para a qual foi eleito no Senado, vai ter que passar por uma seleção e ainda garantir que não usa drogas, se submetendo a um exame toxicológico.

O gabinete de apoio do senador em Natal abrirá vagas para profissionais de Direito (2 vagas), Administração (uma), Saúde (uma), Educação (uma), Economia (uma), Tecnologia da Informação (uma) e Comunicação Social (uma vaga).

Os currículos devem atender ao edital disponível no site www.capitaostyvenson.com.br que entrou no ar hoje.

Os escolhidos serão chamados para uma entrevista em dezembro e quem for selecionado começará a trabalhar no dia 2 de fevereiro de 2019, e a remuneração e os benefícios são os previstos no regimento do Senado Federal.

“Essa é uma iniciativa pioneira em nosso estado. Quem sabe até do país. O que eu quero com isso é valorizar as pessoas que moram e conhecem os problemas do nosso Estado, as angústias e necessidades do povo potiguar”, justificou o senador eleito.

“É claro que terei outras pessoas mais próximas em nosso gabinete, tanto aqui na capital quanto em Brasília, mas toda a nossa equipe está sendo formada com base nos preceitos da meritocracia, ou seja, pela competência profissional e também por princípios morais. Por isso a exigência de exame toxicológico e comprovação de capacidade técnica. Eu, inclusive, também me submeterei ao exame. Temos que ser exemplo”, concluiu Styvenson.

O processo seletivo terá a seguinte programação:

09/11/2018: Publicação do Edital

12/11/2018 a 14/11/2018: Recebimento dos currículos pelo e-mail assessoria.caprn@hotmail.com

19/11/2018 a 30/11/2018: Análise dos currículos

03/12/2018 a 05/12/2018: Entrevista com os candidatos selecionados

14/12/2018: Resultado final da seleção, com a convocação dos selecionados por e-mail

0 comentários:

Postar um comentário