Inauguração do Museu da Rampa: não se fez ‘justiça’ a Henrique Alves


O histórico Museu da Rampa será inaugurado nesta quinta-feira (27), às 16h. O equipamento passou do completo abandono a um complexo cultural estruturado para receber centenas de turistas e recontar a importância da participação de Natal nos rumos da Segunda Guerra Mundial. Uma atração turística que promete mudar também a fisionomia daquele pedaço esquecido da cidade.

O Complexo será dotado de museus, memorial (área para exposições temporárias e permanentes), auditório para 126 pessoas, bar temático, espaço para estacionamento de 85 carros, lojas de souvenir e píer para contemplação do pôr do sol do Rio Potengi, considerado um dos mais belos do Brasil e pouco explorado até mesmo pela população local por falta de uma área propícia.

“A entrega desse Complexo é uma vitória para o RN. Vencemos diversas batalhas burocráticas, além da necessidade de recursos adicionais em razão do tempo parado para retomar o andamento das obras. É um equipamento importantíssimo para a história, o turismo e a cultura do nosso Estado, que na certa atrairá o turista norte-americano, ainda incipiente por aqui”, comentou o secretário estadual de Turismo, Manuel Gaspar.

Só esqueceu de dizer que os recursos foram conseguidos através ex-deputado federal e ex-ministro do Turismo Henrique Eduardo Alves. Não se fez justiça.

0 comentários:

Postar um comentário