Com delegacias fechadas, PRF leva preso para o Comando da PM em Natal




A Polícia Rodoviária Federal prendeu nesta sexta-feira (8) um homem com um mandado de prisão em aberto por tentativa de homicídio e furto, em Natal, mas, ao chegar na Central de Flagrantes, os policiais não conseguiram registrar a ocorrência. Isso porque os agentes e escrivães da Polícia Civil paralisaram as atividades.

A PRF disse, através da assessoria de imprensa, disse que foi orientada a conduzir o suspeito para o Quartel do Comando Geral da PM. O G1 procurou a Delegacia Geral de Polícia Civil para saber um posicionamento oficial quanto ao local em que devem ser registradas as ocorrências, diante da manifestação dos policiais. Entretanto, até a publicação desta matéria, isso ainda não estava definido.

O acusado passava de moto na BR-226, em Felipe Camarão, na Zona Oeste, quando foi abordado pelos PRFs. Ao checarem a identidade dele, os policiais identificaram que se tratava de um foragido com um mandado de prisão em aberto.

Na chegada à Central de Flagrantes da Zona Sul, os policiais rodoviários foram abordados pelos policiais civis, ainda na porta, e informados da paralisação.

Desde as primeiras horas desta sexta (8), as DPs estão fechadas em todo o Rio Grande do Norte. Na terça-feira (5), os agentes já haviam cruzado os braços, em um primeiro protesto. Porém eles voltaram ao trabalho. Como não houve uma reunião que era esperada com o Governo do Estado, a mobilização foi retomada.

A categoria cobra uma nova proposta do Poder Executivo referente ao projeto de reestruturação de carreira, promoções atrasadas que não foram implantadas, previsão de pagamento dos salários atrasados e melhorias nas condições de trabalho.

Com a paralisação, a Central de Flagrantes, as delegacias especializadas e as delegacias dos bairros estão fechadas. Os policiais querem ser recebidos pela governadora Fátima Bezerra (PT) e essa é a condição para retomar as atividades.

GIRN


0 comentários:

Postar um comentário